Para isso, apontamos algumas áreas com boas oportunidades de negócios para esse novo ano. Se você deseja ser um empreendedor em 2018, esse artigo é para você.

 

#Brechós

A maioria das pessoas gostam de manter o guarda-roupas sempre renovado. Mas em tempos de crise, nem sempre é possível. Para resolver essa questão, os brechós já viraram tendência e é um negócio que continuará em alta em 2018. O conceito é reaproveitar o velho em vez de comprar o novo, economizando dinheiro, mas sem deixar de ter o guarda-roupa sempre renovado.

O mercado de brechó vem aumentando. As oportunidades são grandes pois as vendas nem sempre precisam de espaço físico. O meio online pode ser uma alternativa para quem não tem condições para investir em loja física. Isso aumenta a abrangência dos negócios. Planejamento e organização são a base para esse empreendimento dar certo.

 

#Manutenção de bens

A crise no Brasil ainda é uma realidade enfrentada por praticamente todos os brasileiros, com isso, as pessoas estão menos dispostas a gastar dinheiro com compra de bens mais caros, como carros, celulares e computadores.

As alternativas são o reparo e conserto desses bens, o que abre oportunidades para negócios voltados ao setor de manutenção. Se o consumidor não está adquirindo novos produtos, eles precisarão de conserto caso algum equipamento estrague.

Não só pelo fato das pessoas estarem mais dispostas a economizar, mas também pelo fato de que o Brasil possui atendimentos que deixam a desejar. Então, para quem deseja investir no segmento de manutenção, o atendimento de excelência é o primeiro passo para o sucesso. Aqui vão algumas dicas de ramos que podem ser explorados:

  • Oficinas mecânicas;
  • Empresas de serviços gerais (Encanador, faxineiro, eletricista, etc.);
  • Manutenção de computadores e informática em geral;
  • Manutenção e conserto de smartphones;
  • Reforma de móveis;
  • Manutenção em eletroeletrônicos e eletrodomésticos.

 

#Alimentação e conveniência

O setor de alimentação é algo que nunca sai de moda. A comida é essencial para o ser humano e as pessoas não deixam de consumir. A alta nesse segmento são os negócios que oferecem refeições prontas, saudáveis e a baixo custo. O consumidor está cada vez com menos tempo e dinheiro, o que aumenta a procura por uma alimentação mais barata e que economize tempo.

O delivery, por exemplo, é um mercado a ser explorado. A praticidade e preços baixos atraem os consumidores e é um negócio que vem crescendo bastante. O público principal são as pessoas que não tem tempo de preparar a comida em casa e muitas vezes estão tão atarefadas que não conseguem sair para comer.

Outro setor que está em alta são os lanches mais saudáveis e rápidos de serem preparados. Sanduíches naturais, sucos detox, entre outros, podem ser uma aposta para quem quer empreender.

 

#Beleza e estética

Essa é uma área que está sempre em alta. Por mais que a crise tenha afetado grande parte da população brasileira, as mulheres, e até mesmo os homens, não abrem mão de cuidar da aparência. Segundo pesquisa da ABIHPEC (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos), a venda de cosméticos em 2014 rendeu certa de R$43, 2 bilhões. Esse número mostra que as pessoas continuam dispostas a investir na beleza.

Na estética, procedimentos como design de sobrancelhas e alongamento de cílios, vem ganhando cada vez mais espaço. Se você tem conhecimento e interesse em empreender nesse setor, aproveite o momento.

 

#Negócios online

Investir em negócios online é uma boa pedida para quem quer empreender, mas não tem um valor para investir em espaço físico e manutenção do local. Outra vantagem é que você pode atender todo o país e até mesmo o exterior, dependendo de qual for o seu negócio e planejamento de expansão.

As lojas virtuais são uma alternativa para os negócios online, mas a internet oferece outros meios para empreender, como serviços inovadores por meio de criação de aplicativos para dispositivos móveis, software em nuvem, podendo atender não só pessoas físicas, mas também empresas.

Se você deseja investir nessa área, comece a pesquisar, estudar e planejar estratégias para que o seu negócio seja um sucesso e alcance bons resultados.

 

#Produtos Orgânicos

As pessoas estão cada vez mais preocupadas com o seu bem-estar. E o crescente número de influenciadores digitais (artistas, blogueiros, Youtubers) adeptos a boa alimentação, fazem com que tenhamos cada vez mais incentivos para aderir à alimentação saudável.

O setor ainda mantém grande parcela de seu faturamento no comércio exterior, mas o investimento no mercado interno está em constante crescimento. Por isso, para quem deseja empreender, vale apostar nas lojas especializadas em produtos orgânicos de qualidade. As pessoas tendem a consumir cada vez mais esses produtos, pensando sempre em melhor qualidade de vida.

 

As oportunidades para empreender em 2018 são muitas. Mas, além do bom momento nesses setores, é preciso planejar, desenvolver estratégias e colocá-las em prática para que os resultados sejam satisfatórios. A principal dica, estude seu próprio negócio sempre e construa um planejamento detalhado. Assim você irá conseguir definir melhor o que seu negócio precisa e como deve ser feito.