A evolução tecnológica fez muitas empresas e pessoas armazenar boa parte do seu patrimônio em dados e informações digitais. Diversas organizações já trabalham sustentadas pela informática, possuindo parte dos seus elementos de valor corporativo armazenados em nuvem (cloud). Também já é grande o número de pessoas que utilizam da tecnologia para armazenar documentos, senhas e informações.

Essas evoluções chegam trazendo grandes inovações e mudanças. Mas, da mesma forma que a tecnologia nos traz bons resultados e auxílios, ela também permite as possíveis invasões de sistema, podendo levar ao roubo de informações e privacidade. Com essas possíveis ameaças de intromissão, torna-se fundamental discutir alternativas de impedir essas invasões, melhorando a segurança digital e impedindo a violação da privacidade da empresa. A segurança da informação é um fator estratégico e necessário no meio empresarial.

 

 

Ter um sistema 100% eficaz e absoluto é algo difícil e desafiador, mas existem boas políticas e práticas que podem ser adotadas para proteger os dados e evitar problemas futuros. Para ajudar a sua empresa nessa tarefa, veja algumas dicas para produzir um plano de contenção e monitoramento da segurança. Confira:

 

Verifique os riscos

O primeiro passo para produção do plano é verificar os principais riscos de vazamento das informações. Com esses dados, planeje um sistema de confidencialidade que se baseia em níveis de autorizações e acessos.

 

Sistema de integridade

Apure quem é o responsável pelas últimas alterações e faça a implementação de um sistema focado na integridade. Esse sistema auxilia na proteção contra possíveis manipulações e alterações indevidas.

 

Sistema de backup

Ter um sistema de backup instalado auxilia no armazenamento das informações. O acesso a ele só deve ser cedido a pessoas de confiança e de alta patente na empresa.  

 

Não utilize as mesmas senhas

Possuir a mesma senha para diversos sistemas pode causar a perda de arquivos caso aconteça uma invasão ou a senha seja descoberta por alguém. Para evitar esses acontecimentos, tenha senhas diferentes para cada sistema.

 

Identificação do usuário

Para auxiliar no controle do acesso, é importante que cada usuário tenha uma identificação, que deve ser usada junto ao nível de acesso. Isso elimina a possibilidade de vazamentos, uma vez que o usuário pode ser facilmente identificado e localizado.

 

Essas dicas podem ajudar a reduzir o risco de invasão e roubo de informações da empresa e preservar a privacidade da organização e de seus colaboradores. Se sua empresa ainda não tem esse hábito, é hora de colocar o passo-a-passo em prática e garantir a segurança.

 

Gostou do texto? Aproveite para ler também O que é certificado SSL?