Se sua empresa tem um site, saiba que conhecer quem está visitando é fundamental. Não apenas para ver se realmente está dando certo suas divulgações de marketing, como também para compreender o cliente, adequando seu produto e a forma de divulgá-lo cada vez mais às necessidades do consumidor. Felizmente, o Google oferece uma ferramenta ótima que soluciona esse problema: o Google Analytics.

O que é o Google Analytics?

O Google Analytics é um sistema de monitoramento de tráfego que pode ser incluído em site, loja virtual (e-commerce) ou blog. Ele é gratuito e mostra quantos usuários acessam a sua página virtual e como eles chegam até ela.

google analytics

Monitorar os acessos do seu site, ou o tráfego, é uma função essencial para realizar gestão de negócios. Afinal, o principal objetivo do Analytics é saber de que forma seus usuários se comportam ao navegar pelas páginas e seções do seu site.

Com o Google Analytics é possível saber:

  • Número de visitas: quantas visitas seu site recebe diariamente e quantas páginas os usuários visitam ao acessá-lo;
  • Acessos: quais são as páginas mais acessadas;
  • Região: o país, estado e cidade que moram os usuários que visitam o site, permitindo criar conteúdos focados em certas regiões;
  • Mercado: quais os dados do seus site e dos seus “concorrentes”, para garantir que você não está abaixo da média de visitas deles.

A partir disso fica muito mais fácil elaborar ou melhorar a sua estratégia de marketing. Afinal, o que não pode ser medido não dá para saber se pode ser melhorado e como fazer isso.

 

Como instalar o Google Analytics (se você não é cliente iZap)?

 Clique aqui e vá ao site do Google Analytics para começar seu processo de análise de tráfego.

google analytics

Aparecerá uma tela de “Aceitar contrato do usuário”. Leia as informações, marque “Sim” para concordar com os termos e, em seguida, vá em “Criar nova conta”. Na página “Adicionar acompanhamento”, será exibido um código que você deverá incluir no seu site. Dê preferência ao “Novo Código de acompanhamento (ga.js)”, pois disponibiliza acesso a mais recursos.

Para ativá-lo no seu site será necessário editar o código HTML de seu modelo e colá-lo dentro das tags. Após fazer isso, salve seu código e retorne à tela do Google Analytics. Clique em “Continuar”.

Caso apareça um ícone de exclamação, informando que o acompanhamento do Google Analytics não está instalado, vá em “Editar” e, em seguida, clique em “Verificar status”, na parte superior da tela.

Se você tiver incluído devidamente o código HTML no seu site, será possível, a partir da liberação do Google, o monitoramento das entradas pelo Google Analytics. Agora cada visita que seu site receber, serão enviadas informações para o Google, para permitir o seu acompanhamento. Quando você possui mais de um site que deseja acompanhar (talvez um e-commerce ou blog), é possível incluí-los também, clicando em “Adicionar perfil de site”.

 

Como instalar o Analytics sendo cliente iZap?

No caso de quem é cliente iZap, realizar o acompanhamento é bem mais fácil. Na página do Google Analytics, antes do código HTML, terá um “ID de acompanhamento”. Basta copiá-lo e ligar para o suporte da iZap (telefone: 4020.3000), que o resto nós fazemos por você ;).

google analytics

 

Como acessar o Google Analytics

A melhor forma de criar uma conta do Google Analytics para o seu site é usar uma conta do Google específica para isso. Assim, tenha uma conta Google focada para o acompanhamento periódico do seu Analytics.

google analytics

Além disso, pode fuçar e mexer em todas as configurações sem medo, pois nada que você fizer nessa plataforma vai trazer problemas para o site. Então, se aventure bastante nas informações. Apesar disso, é necessário saber quais são as principais métricas na hora de acompanhar.

 

Quais as principais métricas?

Quando você entrar na conta de acompanhamento do Google Analytics, existirá uma barra no lado esquerdo. Lá existem menus com vários ítens de análise do Analytics. O ideal é olhar todos, mas focar apenas nos principais, a fim de garantir uma análise mais atenta e assertiva.

  • Visitas (“Tráfego” ou “Sessões”)
  • Visualizações de Página (ou “PageViews”)
  • Taxa de Abandono (ou “Bounce Rate”)
  • Origens do Tráfego
     

Visitantes

Visitas ou tráfego é um dos dados mais importantes que o Analytics apresenta sobre o seu site. Visitantes únicos é a quantidade de usuários que visitaram o seu site, sem considerar quantas repetições houveram.  Já o Número de Visitas mostra quantas vezes o site foi acessado, sem considerar a quantidade de pessoas. Exemplo: Se João entrou duas vezes no site, o Analytics irá mostrar 1 visitante e 3 visitas.

métricas analytics

Outra métrica, “Novos visitantes” mostra quantos usuários visitaram o site pela primeira vez em um certo período. Nisso o Analytics utiliza os seus meses de armazenamento do cookie.

Essas métricas são essenciais no acompanhamento do seu site, pois mostram sua audiência. Dessa forma, é possível perceber se seu site está atraindo novas pessoas e avaliar o que pode melhorar no conteúdo.

 

Visualizações de Página

Quando uma página é carregada ou atualizada, conta como uma visualização. Segundo o Google Analytics, “visualizações de página” é definida como número total de páginas visualizadas. 

É difícil dizer qual é um número adequado para sua empresa, pois varia para cada tipo de empresa e objetivo. Assim, vale a pena analisar se, para determinada quantidade de visita a taxa de conversão do site está suficiente. Se não estiver é necessário otimizar o fluxo para os visitantes realizarem mais conversões no seu site.

 

Taxa de Abandono

A Taxa de Rejeição indica a porcentagem de usuários que visitam apenas uma página do site e saem rapidamente, não permanecendo ou acessando outras páginas. Esta métrica deve ser analisada junto com outras taxas, de forma que é necessário aprofundar e analisar a rejeição de cada página, principalmente as mais importantes (como de produtos ou landing pages).

Já a Taxa de Saída mostra os usuários que estavam visitando uma página específica e saíram do site. Ao contrário da Taxa de Rejeição, ela não considera se a página cujo visitante saiu é a primeira página a ser visualizada.

 

Origem do tráfego 

A origem do tráfico do Google Analytics é o local por onde o usuário chegou até o site, se foi diretamente, por um link em outro site ou rede social. Essa métrica é importante para ver qual estratégia está atraindo maior número de visitantes, podendo investir e avaliar qual campanha de marketing está boa e qual deve ser ser melhorada.

Os tipos de busca são:

  • Busca orgânica: mostra os visitantes que chegaram até a sua página por meio de busca por palavra-chaves no Google.
  • Tráfego direto: são os visitantes que entram digitando o endereço do seu site no navegador ou pelos favoritos.
  • Links: são os visitantes que clicaram em links em outros sites.
  • Redes Sociais: visitantes de ações  de marketing em redes sociais.
  • Campanhas (CPC): mostra os visitantes dos anúncios no Google Adwords. Ele é o contrário do tráfego orgânico, também conhecido como tráfego pago.

Com o acompanhamento no Google Analytics e a análise correta de suas métricas, é possível ter ações de marketing muito mais direcionadas e com resultados melhores. Gostou do nosso artigo? Leia também o guia master sobre SEO e garanta o tráfego de busca orgânica!